PROF. PAULO SÉRGIO

PALESTRANTE  INTERNACIONAL

Sócio-Diretor do

GUARÁ SERVIÇOS DE

CONTABILIDADE

guara.png
Buscar
  • Jeff Porciúncula

O lacinho de fita

Atualizado: 27 de Abr de 2019

Certo dia estava comprando um tênis. A vendedora bem atenciosa, tanto que ao final da compra, depois que estava no balcão pra retirar o produto, ela me surpreendeu dizendo " você me disse que não é para presente, mesmo assim vou embalar como se fosse, pois você merece se dar um presente". Sorri e disse que tudo bem. Quando foi me entregar o pacote, antes que eu pegasse, ela fala " Só um instante. Tenho que dar o toque final", e colocou um lacinho de fita no pacote.


Um atendimento impecável, não é?


Às vezes queremos vender mais, porém, em vez de focarmos no cliente que estamos atendendo, já estamos de olho no que entra na porta, ou estaciona um belo carro em frente a loja. Queremos encantar, criar relacionamento, para que o cliente volte e nos indique, todavia, damos o mínimo de atenção, e quase nunca lembramos da cartada genial, daquela surpresa positiva, do algo a mais feito com carinho, ou seja, não colocamos o lacinho de fita.


Nas relações pessoais é a mesma coisa. Queremos atenção, carinho, momentos inesquecíveis com o outro, porém, somos indiferentes, azedos, fazemos sempre as mesmas coisas, não inovamos, e até do mesmo lado da cama dormimos, e usamos aquele mesmo shorts do jogo de futebol na hora de se deitar, deixando a relação sem graça, insossa. Levamos o parceiro ou a parceira no mesmo restaurante, com o mesmo cardápio, inclusive, que tem o mesmo garçom que derrama banha quando vai servir o rodízio.


No trabalho, somos sempre iguais, reclamões, birrentos, que cismam porque o colega deixou a janela da sala aberta, ou por que a zeladora não tirou o lixo debaixo da mesa.


Na liderança, agimos como brutamontes, sem coração, olhando para as pessoas sem nenhuma sensibilidade.


Ou seja, em todos esses papéis, queremos o melhor das pessoas, porém, esquecendo do toque final, de concluir a obra com aquele belo lacinho de fita.


Quais os lacinhos de fita você tem esquecido, seja com seus colegas de trabalho, clientes, cônjuge, filhos, amigos?


Será que não é pela falta disso que seus resultados, pessoais ou profissionais, não estão do jeito que gostaria?


Pense nisso, fique com Deus, sucesso e felicidades sempre.


Prof. Paulo Sérgio

Empresário e Palestrante

www.professorpaulosergio.com.br


4 visualizações